Vai fotografar em lugares remotos? 3 motivos para levar um gerador de energia!

Fotografar é uma paixão. É uma arte que nos conquista por ser democrática, todas as pessoas podem exercita-la e obter imagens maravilhosas.

E quanto mais nós nos encantamos com os resultados, mas queremos exercitar a nossa visão do mundo, não é mesmo? É um vício do bem!

E quando conseguimos unir a outra paixão – viajar – tudo fica ainda melhor. Dos lugares famosos que as amigas postam no Facebook até aqueles lindos, quase desconhecidos e remotos, todos revelam o quanto este mundo é surpreendente.

Eu tive a felicidade de fotografar lugares remotos, alguns quase inexplorados, onde chegar é uma aventura e estar lá e registrar em imagens é maravilhoso.

Porém, os cuidados são necessários – segurança, estadia, alimentação – onde provavelmente tudo é muito diferente do dia a dia urbano. Alguns imprevistos são possíveis.

Alguns lugares lindos podem não ter uma infraestrutura ideal e podemos precisar de um gerador de energia, por exemplo.

Parece exagero? Mas só quando a se vê em algumas situações, é que percebemos que ter um gerador em uma viagem custa muito pouco e pesa o suficiente para não perdermos o prazer da viagem.

E você? Vai fotografar em lugares remotos? 3 motivos para levar um gerador de energia!

1 – Gerador de energia em lugares remotos: lugares sem energia pública

Lugar remoto é sinônimo, muitas vezes, de pouca infraestrutura e até mesmo sem fornecimento de coisas básicas para nós urbanos, como a energia elétrica.

Mas não precisamos deixar de realizar o sonho de conhecer aquela beleza natural que poucos documentários de TV mostram. Com um gerador de energia, podemos montar uma estrutura que atenda as necessidades básicas para manter no local pelo período que desejar para registrar as mais belas imagens de um cantinho inexplorado do mundo!

2 – Gerador de energia em lugares remotos: desastres e emergências

Lugares remotos são conhecidos pela exuberância que o isolamento provoca, mantendo a cultura e a natureza locais intatas e, por isso, proporcionando belas imagens. Mas também estaremos, provavelmente, mais longe de recursos de apoio e de emergência.

E normalmente são lugares, por serem remotos e mais próximos da natureza inexplorada, onde fenômenos naturais imprevistos – uma chuva torrencial ou um tornado, por exemplo – acontecem e podem prejudicar e até destruir linhas de transmissão de energia, atingir equipamentos importantes e demorar dias para que o desastre seja resolvido. A temperatura dentro das casas pode tornar-se insuportavelmente quente ou fria, e a comida na geladeira e no freezer pode estragar.

É muito complicado – e até perigoso – não ter uma fonte de energia que atue nessas horas, principalmente em lugares onde o calor ou o frio são extremos.

Como manter-se seguro durante o desastre e não perder a viagem depois que a chuva passar? Um gerador fornece a energia necessária para manter os equipamentos essenciais funcionando até o fornecimento regular ser restaurado, especialmente para quem usa aparelhos médicos que dependem de energia elétrica.

3 – Gerador de energia em lugares remotos: as experiências ao ar livre

Você chegou naquela praia paradisíaca ou naquela montanha exuberante e descobriu que os 30 minutos são suficientes escritos no blog são para turistas fast food: é tanta beleza que podemos ficar horas fotografando e se encantando com o lugar.

Ou que você descobre que é possível fazer um picnic, um momento de reunião sem pressa com suas companhias de viagem enquanto fotografa. Certamente, se for um lugar bem remoto, você vai precisar de uma fonte de energia para não perder este momento único!

 

Gostou destas informações? Espero minhas experiências tenham sido úteis. Para não perder a viagem e as fotos, providencie o seu com o grupo gerador diesel.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *